fbpx
Quarta, 29 Setembro 2021 00:00

Cigarro - Efeitos do tabagismo na pele

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Andrômeda Web Marketing
Avalie este item
(0 votos)

O cigarro faz mal para a nossa saúde. Mas, já pensou em como ele afeta a nossa pele?

Na pele, o cigarro age provocando o envelhecimento precoce, manchas, rugas e até flacidez.
 
O cigarro é uma grande fonte de toxinas e outras substâncias como a nicotina. Essas substâncias aumentam a produção dos radicais livres, que prejudicam o funcionamento normal da pele. Os radicais livres são moléculas instáveis, naturalmente produzidas pelo metabolismo dos seres vivos, que agem em diversos aspectos no nosso organismo. E estão entre os maiores causadores do envelhecimento precoce.
 
Os efeitos mais comuns do tabagismo na pele são:
  • Perda de colágeno;
  • Formação de rugas;
  • Linhas de expressão próximas à boca;
  • Manchas;
  • Pele acinzentada e opaca;
  • Poros mais dilatados e com cravos aparentes.
 
Além disso, o cigarro também é um fator de risco para alguns tipos de câncer de boca, por causar mutações no DNA celular. As alterações desencadeadas pelo tabagismo costumam ser irreversíveis. Entretanto, é possível minimizar os efeitos incômodos.
 
É interessante buscar produtos que aliem ativos antioxidantes e hidratantes para proteger a pele das agressões.
  • Cremes à base de ácido retinoico, hialurônico e vitamina C podem ajudar na vitalidade da pele.
  • Para as linhas de expressão, podem ser feitas aplicações de toxina botulínica e preenchimentos, que atenuam os sinais.
  • No tratamento de manchas, a luz pulsada pode ser uma boa opção.
O melhor tratamento mesmo é parar de fumar, para assim interromper o efeito das substâncias no organismo, evitar a queda da produção de colágeno e prevenir novas mutações.

NEW FACE Cirurgia & Estética
Rua Cecília Brasil 869 Sala 10/11 - Bairro: Centro - Boa Vista - Roraima - RR

Ler 63 vezes

Últimas Publicações

Leia Também